Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.monografias.ufop.br/handle/35400000/6581
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorAlves, Amauri Cesarpt_BR
dc.contributor.authorCruz, Laura Amâncio da-
dc.date.accessioned2024-03-01T10:34:58Z-
dc.date.available2024-03-01T10:34:58Z-
dc.date.issued2024pt_BR
dc.identifier.citationCRUZ, Laura Amâncio da. Exposição pública de ranking de metas e possibilidade de reparação : análise dos limites ao poder empregatício no controle da produtividade do empregado. 2024. 72 f. Monografia (Graduação em Direito) - Escola de Direito, Turismo e Museologia, Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto, 2024.pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.monografias.ufop.br/handle/35400000/6581-
dc.description.abstractO ranking de metas consiste na conduta patronal de exposição dos empregados em listas nominais, de modo a categorizá-los pela produtividade. O objetivo do estudo é verificar se a exposição pública de ranking de metas configura conduta abusiva, apta a ensejar reparação, a partir da investigação dos limites que se impõe ao exercício do poder empregatício. Para tanto, a metodologia adotada foi a pesquisa teórica qualitativa, objetivando responder à pergunta problema a partir da análise da doutrina, legislação e jurisprudência. Abordaram-se aspectos sobre o poder empregatício, especialmente no que se refere ao exercício de controle e fiscalização, realizado a fim de viabilizar a produtividade. Ademais, a pesquisa analisa os limites constitucionais impostos ao exercício do poder empregatício. O trabalho demonstra que, embora robustamente definido na constituição vigente, o contraponto ao poder empregatício encontra obstáculo em condutas patronais ainda muito comuns. No que se refere a exposição de ranking, concluiu-se que estratégia é capaz de gerar danos a subjetividade do empregado, na medida que provoca pressão exagerada, constrangimento ao trabalhador e comparação/competição pouco saudável no ambiente laboral. Ante ao exposto, comprovado o fato que a prática patronal causa o dano, haverá o dever de indenizar.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.subjectRanking de metaspt_BR
dc.subjectPoder empregatíciopt_BR
dc.titleExposição pública de ranking de metas e possibilidade de reparação : análise dos limites ao poder empregatício no controle da produtividade do empregado.pt_BR
dc.typeTCC-Graduaçãopt_BR
dc.contributor.refereeAlves, Amauri Cesarpt_BR
dc.contributor.refereeAlbuquerque, José Luiz Singipt_BR
dc.contributor.refereeMarcachini, Liza Guedes Vilhenapt_BR
dc.description.abstractenThe Goal Achievement Ranking consists of a patronal conduct of employee’s exposition trough nominal lists focused on categorizing such employees based on their productivity. The objective of this study is to verify if said public exposition can be categorized as an abusive conduct prone to be answered for based on the investigation of the limits that are imposed to the employer’s directive power. For such, the adopted methodology is the theoretical qualitative research aiming to answer the question based doctrine analysis, legislation and jurisprudence. The aspects of the employer’s directive power were encompassed, especially when referred to the exercise of control and oversight as means of ensuring productivity. Besides, the research broadly analyses the constitutional limits imposed to the exercise of the employer’s directive power. This work shows that, although strongly settled by the current constitution, the counterpoint to the employer’s directive power faces obstacles in common patronal conducts. As referred to ranking exposition, it is concluded that strategy is capable of damaging employee’s well-being through excessive pressure, embarrassment, toxic competition and direct comparisons not fit to the workplace. As exposed, if assured that damage was caused, there will be need for compensation.pt_BR
dc.contributor.authorID19.1.6028pt_BR
Appears in Collections:Direito

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MONOGRAFIA_ExposiçãoPúblicaRanking.pdf895,23 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.