Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.monografias.ufop.br/handle/35400000/6438
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorBertollo, Kathiuçapt_BR
dc.contributor.authorRodrigues, Isabela Aparecida Porto Felicio-
dc.date.accessioned2024-02-15T19:56:35Z-
dc.date.available2024-02-15T19:56:35Z-
dc.date.issued2024pt_BR
dc.identifier.citationRODRIGUES, Isabela Aparecida Porto Felicio. A relação entre mineração extrativista, fluxo migratório e política de assistência social em Mariana (MG): reflexões a partir do CRAS Cabanas. 2024. 88 f. Monografia (Graduação em Serviço Social) - Instituto de Ciências Sociais Aplicadas, Universidade Federal de Ouro Preto, Mariana, 2024.pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.monografias.ufop.br/handle/35400000/6438-
dc.description.abstractEsta pesquisa tem como objetivo geral compreender a relação entre a atividade da mineração extrativista, fluxo migratório e a Política de Assistência Social a partir do Cras Cabanas, Mariana (MG). O recorte temporal de estudo é o ano de 2022. Inicialmente, são apresentados alguns aspectos gerais sobre a conformação do território de Mariana (MG) e como a atividade da mineração extrativista vem operacionalizando e desencadeando historicamente um crescimento populacional no município, análise realizada a partir da Teoria Marxista da Dependência (TMD). No segundo momento, analisam-se dados específicos dos usuários reconhecidos pelo fluxo migratório no Cras Cabanas, mostrando um panorama como a Política de Assistência Social no município incide sobre esses usuários. As técnicas utilizadas para este estudo foram: pesquisa bibliográfica e documental, caracterizando-o de cunho quali-quantitativo. Por meio dos dados estatísticos de órgãos oficiais, foi possível se aproximar da realidade dos usuários migrantes que recorrem à Política de Assistência Social no Cras Cabanas e evidenciamos um cenário marcado por múltiplas expressões da “questão social” desde a desigualdade socioeconômica, violência, superexploração da força de trabalho, uma pauperização generalizada. É esse o contexto dos usuários que migram ao município de Mariana (MG) atraídos pela atividade da mineração extrativista.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.subjectAssistência socialpt_BR
dc.subjectDivisões territoriais e administrativaspt_BR
dc.subjectMineração a céu abertopt_BR
dc.subjectPolítica socialpt_BR
dc.subjectTrabalhadores migrantespt_BR
dc.titleA relação entre mineração extrativista, fluxo migratório e política de assistência social em Mariana (MG) : reflexões a partir do CRAS Cabanas.pt_BR
dc.typeTCC-Graduaçãopt_BR
dc.rights.licenseEste trabalho está sob uma licença Creative Commons BY-NC-ND 4.0 (https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/?ref=chooser-v1).pt_BR
dc.contributor.refereeMayer, André Luiz Monteiropt_BR
dc.contributor.refereeMesquita, Adriana de Andradept_BR
dc.contributor.refereeBertollo, Kathiuçapt_BR
dc.description.abstractenThe general objective of this research is to understand the relationship between extractive mining activity, migratory flows and the Social Assistance Policy from Cras Cabanas, Mariana MG. The time frame of the study is 2022. Initially, some general aspects are presented about the shape of the territory of Mariana (MG), and how the extractive mining activity has historically triggered population growth in the municipality, an analysis based on the Marxist Theory of Dependence (TMD). Secondly, specific data on users recognized by the migratory flow at Cras Cabanas is analyzed, presenting an overview of how the Social Assistance Policy in the municipality affects these users. The techniques used for this study were bibliographical and documentary research, and it was characterized as qualitative-quantitative. Using statistical data from official bodies, it was possible to get closer to the reality of migrant users who use the Social Assistance Policy at Cras Cabanas and we saw a scenario marked by multiple expressions of the “social question”, from socio-economic inequality, violence, overexploitation of the workforce and generalized impoverishment. This is the context of the users who migrate to the municipality of Mariana (MG) attracted by the extractive mining activity.pt_BR
dc.contributor.authorID20.1.3199pt_BR
Appears in Collections:Serviço Social

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MONOGRAFIA_RelaçãoMineraçãoExtrativista.pdf955,85 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.