Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.monografias.ufop.br/handle/35400000/4143
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorFigueiredo, Adriana Maria dept_BR
dc.contributor.authorGrossi, Tamara Ferreira-
dc.date.accessioned2022-06-23T12:53:19Z-
dc.date.available2022-06-23T12:53:19Z-
dc.date.issued2022pt_BR
dc.identifier.citationGROSSI, Tamara Ferreira. Investigação da sobrecarga dos cuidadores familiares assistidos pelo serviço de atenção domiciliar do município de Mariana, Minas Gerais. 2022. 54 f. Monografia (Graduação em Farmácia) - Escola de Farmácia, Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto, 2022.pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.monografias.ufop.br/handle/35400000/4143-
dc.description.abstractO envelhecimento populacional vem aumentando a cada ano no Brasil, e muitos idosos podem vir a sofrer de doenças crônicas que podem incapacitar suas rotinas, fazendo-se necessário tratamentos especiais com o auxílio de cuidadores. As atividades realizadas pelos cuidadores são complexas e exaustivas, podendo ocasionar uma sobrecarga física e emocional. Os objetivos principais desse estudo incluem aplicar o Questionário de Avaliação da Sobrecarga do Cuidador Informal (QIASC) e analisar suas variáveis em relação aos cuidadores informais assistidos pelo Serviço de Atenção Domiciliar (SAD) do município de Mariana, em Minas Gerais. O QASCI é composto por 32 itens cujas respostas variam de um a cinco, e integram sete domínios, sendo eles: Satisfação com o papel e com o familiar; Implicações na vida pessoal; Sobrecarga emocional; Sobrecarga financeira; Percepção dos mecanismos de controle e eficácia; Reações às exigências e Apoio Familiar. Os dados foram coletados em entrevistas domiciliares nas famílias cadastradas no SAD. Participaram 40 cuidadores de idosos que apresentavam alguma dependência. Para as análises estatísticas foram realizadas a média, a moda e a variância dos domínios. Como resultado, verificou-se que a maioria dos participantes era do sexo feminino (87,5%), quanto ao grau de parentesco, 70% eram filhos dos enfermos e 22,5% dos entrevistados apresentavam ensino superior. Em relação aos domínios, os fatores “Suporte familiar” e “Implicações na vida pessoal”, foram os que mais obtiveram um grau de insatisfação por parte dos entrevistados, demonstrando que a maioria dos cuidadores não sentem que a sua família reconhece seu trabalho e encontram-se com dificuldades de conciliar sua vida pessoal com o cuidado, principalmente no que diz respeito ao seu futuro. Diante dos resultados, concluímos que a aplicação do QIASC foi útil na prática clínica, auxiliando no desenvolvimento futuros de grupos de apoio para os cuidadores.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.subjectSaúde públicapt_BR
dc.subjectCuidadorespt_BR
dc.subjectAtenção à saúdept_BR
dc.titleInvestigação da sobrecarga dos cuidadores familiares assistidos pelo serviço de atenção domiciliar do município de Mariana, Minas Gerais.pt_BR
dc.typeTCC-Graduaçãopt_BR
dc.contributor.refereeVital, Wendel Courapt_BR
dc.contributor.refereeAntonelli, Paulo Ernestopt_BR
dc.contributor.refereeFigueiredo, Adriana Maria dept_BR
dc.description.abstractenPopulation aging is increasing every year in Brazil, and many elderly people may suffer from chronic diseases that can impair their routines, requiring special treatments with the help of caregivers. The activities performed by caregivers are complex and exhausting, which can cause physical and emotional overload. The main objectives of this study were to apply the Informal Caregiver Burden Assessment Questionnaire (QIASC) and analyze its variables in relation to informal caregivers assisted by the Home Care Service (SAD) in the city of Mariana, in Minas Gerais. The QASCI is composed of 32 items whose answers range from one to five, and integrate seven domains, namely: Satisfaction with the role and with the family member; Implications in personal life; Emotional overload; Financial burden; Perception of control and effectiveness mechanisms; Reactions to demands and Family Support. Data were collected in household interviews with families registered in the SAD. 40 caregivers of elderly people who had some dependence participated. For the statistical analysis, the mean, mode and variance of the domains were performed. As a result, it was found that the majority of the participants were female (87.5%), regarding the degree of kinship, 70% were children of the sick and 22.5% of the interviewees had higher education. Regarding the domains, the factors "Family support" and "Implications in personal life" were the ones that most obtained a degree of dissatisfaction on the part of the interviewees, demonstrating that most caregivers do not feel that their family recognizes their work and finds it difficult to reconcile his personal life with care, especially with regard to his future. In view of the results, we concluded that the application of the QIASC was useful in clinical practice, helping in the future development of support groups for caregiverspt_BR
dc.contributor.authorID17.1.5914pt_BR
Appears in Collections:Farmácia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MONOGRAFIA_InvestigaçãoSobrecargaCuidadores.pdf1,13 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons