Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.monografias.ufop.br/handle/35400000/3414
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorRudnitzki, Isaac Danielpt_BR
dc.contributor.authorCosta, Maria Laura Couto-
dc.date.accessioned2021-09-15T18:04:42Z-
dc.date.available2021-09-15T18:04:42Z-
dc.date.issued2021pt_BR
dc.identifier.citationCOSTA, Maria Laura Couto. Traços fósseis da sucessão turbidítica da região de Ibiracatu, Minas Gerais. 2021. 79 f. Monografia (Graduação em Engenharia Geológica) - Escola de Minas, Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto, 2021.pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.monografias.ufop.br/handle/35400000/3414-
dc.description.abstractRecentemente, em campanhas de mapeamento realizadas no município de Ibiracatu, Estado de Minas Gerais, pela empresa de Serviços Geológicos do Brasil – CPRM, foram encontradas sucessões de depósitos de turbiditos pertencentes a Formação Serra da Saudade (Bacia do São Francisco - Grupo Bambuí), unidade composta essencialmente por rochas pelíticas com recente debate sobre sua idade Neoproterozoica ou Cambriana, contendo traços fósseis de organismos complexos como artrópodes e poliquetas, entretanto, estudos mais detalhados sobre a estratigrafia e assembleia de icnofósseis colocam os depósitos em uma posição estratigráfica incerta. A classificação taxonômica destes traços fósseis permitiu e identificação de oito icnogêneros, incluindo Aulichnites isp., Diplichnites isp., Dimorphicnus isp., Sagittichnus isp., Gordia isp., e de outros três ainda não identificados pela literatura. O molde externo de um trilobita ocorre associado, consistindo da primeira descrição deste fóssil no Estado de Minas Gerais. Os níveis de bioturbação ocorrem no topo dos arenitos e em alguns siltitos com índices de bioturbação variando de 2 a 3 caracterizando eventos deposicionais episódicos, que impedediram o completo retrabalhamento do substrato, com alta taxa de sedimentação, representando ambiente com razoáveis níveis de oxigenação e índices de nutrientes que variam de moderado a alto. A assembleia icnofossilífera é representativa da Icnofácies Cruziana, relacionada a uma zona nerítica. As fácies sedimentares presentes se agrupam em ciclos granodecrescentes ascendentes que quando aparecem de forma completa, apresentam da base para o topo as seguintes fácies são: arenito grosso maciço; arenito grosso com turboglífos; arenito grosso com marcas de sola; arenito fino a médio com laminações cruzadas e marcas onduladas assimétricas; arenito fino a grosso com laminação plano paralela; marga esverdeada; siltito laminado,sugerindo que a sucessão estudada é o registro de depósitos marinhos associados a fluxos gravitacionais como turbiditos. Apesar da posição estratigráfica incerta, o estudo dos icnofósseis e das fácies sedimentares permitiram estabelecer uma possível correlação dos icnofósseis com três formações pertencentes aos grupos Bambuí e Santa Fé, sendo elas as formações Serra da Saudades, Três Marias e Floresta. Entretanto com as limitações de afloramento, número de amostras e pelo fato de se tratar de trabalho pioneiro na área, não foi possível identificar a qual unidade litoestratigráfica pertencem os traços fósseis aqui identificados.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.subjectPaleontologiapt_BR
dc.subjectIcnofósseis - Cruzianapt_BR
dc.subjectRochas sedimentares - Turbiditopt_BR
dc.titleTraços fósseis da sucessão turbidítica da região de Ibiracatu, Minas Gerais.pt_BR
dc.typeTCC-Graduaçãopt_BR
dc.contributor.refereeRudnitzki, Isaac Danielpt_BR
dc.contributor.refereeCassino, Raquel Francopt_BR
dc.contributor.refereeVarejão, Filipe Giovaninipt_BR
dc.description.abstractenRecently, in mapping campaigns carried out in Ibiracatu, state of Minas Gerais, by the Geological Services Company of Brazil – CPRM, successions of turbidite deposits belonging to the Serra da Saudade Formation (São Francisco Basin - Bambuí Group) were found, unit composed essentially of pelitic rocks with recent debate about its Neoproterozoic or Cambrian age, containing fossil traces of complex organisms such as arthropods and polychaetes, however, more detailed studies on the stratigraphy and assemblage of trace fossils place the deposits in an uncertain stratigraphic position. The taxonomic classification of these trace fossils allowed the identification of eight ichnogenera, including Aulichnites isp., Diplichnites isp., Dimorphicnus isp., Sagittichnus isp., Gordia isp., and three others not yet identified in the literature. The external mold of a trilobite is associated, consisting of the first description of this fossil in the State of Minas Gerais. Bioturbation levels occur on top of the sandstones and in some siltstones with bioturbation indices ranging from 2 to 3 characterizing episodic depositional events, which prevented the complete reworking of the substrate, with a high sedimentation rate, representing an environment with reasonable levels of oxygenation and indices of nutrients ranging from moderate to high. The ichnofossiliferous assemblage is representative of the Ichnofacies Cruziana, related to a neritic zone. The sedimentary facies present are grouped in ascending grano-descending cycles that when they appear in complete form, present from the base to the top the following facies are: sandstone; coarse sandstone with turboglyphs; coarse sandstone with sole marks; fine to medium sandstone with cross laminations and asymmetrical ripple marks; fine to coarse sandstone with parallel flat lamination; greenish loam; laminated siltstone, suggesting that the studied succession is the record of marine deposits associated with gravitational fluxes such as turbidites. Despite the uncertain stratigraphic position, the study of trace fossils and sedimentary facies allowed establishing a possible correlation of trace fossils with three formations belonging to the Bambuí and Santa Fé groups, namely the Serra da Saudades, Três Marias and Floresta formations. However, with the limitations of outcrop, number of samples and the fact that this is a pioneer work in the area, it was not possible to identify to which lithostratigraphic unit the trace fossils identified here belong.pt_BR
dc.contributor.authorID16.1.1126pt_BR
Appears in Collections:Engenharia Geologica

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MONOGRAFIA_TraçosFósseisSucessão.pdf4,41 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons