Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.monografias.ufop.br/handle/35400000/3380
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorSantos, Cristiane Márcia dospt_BR
dc.contributor.authorSantos, Leticia Mariany Rabelo dos-
dc.date.accessioned2021-09-09T15:55:31Z-
dc.date.available2021-09-09T15:55:31Z-
dc.date.issued2021pt_BR
dc.identifier.citationSANTOS, Leticia Mariany Rabelo dos. O comportamento de consumo da mulher: um estudo sobre a influência do consumo consciente. 2021. 51. Monografia (Graduação em Ciências Econômicas) - Instituto de Ciências Sociais Aplicadas, Universidade Federal de Ouro Preto, Mariana, 2021.pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.monografias.ufop.br/handle/35400000/3380-
dc.description.abstractFrente à crescente influência da mulher no mercado de consumo e elevado poder de compra delas, o público feminino é foco do marketing das empresas. Elas exercem grande influência na decisão de compras em seus lares ou até quando as compras são realizadas por homens. Com a preocupação sobre as consequências ambientais diante do consumo desenfreado está saindo cada vez mais do campo dos especialistas do tema, e indo para o senso comum, na busca da necessidade de um consumo consciente. Uma vez que o consumo consciente diz respeito ao ato de consumir, levando em consideração as influências que a compra causará na economia, na sociedade e no meio ambiente. Diante disso, um novo segmento de mercado tem surgido, onde os consumidores são ecologicamente conscientes. Assim, neste trabalho o objetivo geral foi analisar quais os atributos que influenciam no comportamento de consumo consciente dos servidores técnicos e docentes e discentes do Instituto de Ciências Sociais Aplicadas (ICSA) da Universidade Federal de Ouro Preto fazendo uma diferenciação sobre gênero. Os objetivos específicos foram analisar se a renda impacta no consumo consciente e se há divergência no consumo consciente entre homens e mulheres, os quais foram alcançados com uma pesquisa descritiva. Foi realizada assim, uma pesquisa com questionário de autopreenchimento com 308 discentes e 104 funcionários do campus ICSA da UFOP. A primeira etapa do questionário foi composta pelos dados de sexo, renda e idade do entrevistado e informações complementares, para conseguir interpretar bem esta amostra. A segunda etapa busca estabelecer o grau de preocupação ambiental a ser considerado em cada situação cotidiana. Foram identificados os comportamentos mais praticados pelos entrevistados, bem como a faixa etária, renda e sexo que mais têm atitudes conscientes em relação ao consumo. Para a realização deste objetivo utilizou-se modelo econométrico de resposta qualitativa, o logit, para a obtenção da probabilidade de os respondentes praticarem ou não o consumo consciente. Os resultados corroboram estudos anteriores que afirmam que variável “sexo” é significativa para diferenciar o consumo consciente. Nos dois questionários, apenas mulheres apresentaram o comportamento de consumo consciente. Verificou-se também que as mulheres estão mais dispostas a pagar mais caro por um produto caso ele seja sustentável. Já as variáveis “idade” e “renda” não foram significativas. Contudo, os respondentes dão muita importância às práticas relacionadas à responsabilidade social. Desta forma, pode-se concluir que o tema deste trabalho é promissor e seus resultados servem de material de consulta para outras análises do consumo consciente.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.subjectUniversidade Federal de Ouro Pretopt_BR
dc.subjectUniversidade Federal de Ouro Preto - Instituto de Ciências Sociais Aplicadaspt_BR
dc.subjectConsumo - Economiapt_BR
dc.subjectIdentidade de gêneropt_BR
dc.subjectMulheres - Condutapt_BR
dc.subjectResponsabilidade ambientalpt_BR
dc.titleO comportamento de consumo da mulher : um estudo sobre a influência do consumo consciente.pt_BR
dc.typeTCC-Graduaçãopt_BR
dc.contributor.refereeSantos, Cristiane Márcia dospt_BR
dc.contributor.refereeBarrenechea, Martin Harry Vargaspt_BR
dc.contributor.refereeDelgado, Victor Maia Sennapt_BR
dc.description.abstractenFaced with the growing influence of women in the consumer market and their high purchasing power, the female audience is the focus of corporate marketing. They exert a great influence on the decision to purchase in their homes or even when purchases are made by men. With the concern about the environmental consequences of unrestrained consumption, it is increasingly leaving the field of specialists on the subject, and going to common sense, in search of the need for conscious consumption. Since conscious consumption concerns the act of consuming, taking into account the influences that the purchase will have on the economy, society and the environment. Therefore, a new market segment has emerged, where consumers are ecologically aware. Thus, in this work, the general objective was to analyze which attributes influence the conscious consumption behavior of technical servants, teachers and students of the Instituto de Ciências Sociais Aplicadas (ICSA) of the Federal University of Ouro Preto, making a differentiation on gender. The specific objectives were to analyze whether income impacts conscious consumption and whether there is divergence in conscious consumption between men and women, which were achieved with a descriptive research. Thus, a survey with a self-administered questionnaire was carried out with 308 students and 104 employees of the ICSA campus of UFOP. The first stage of the questionnaire consisted of data on the sex, income and age of the respondent and additional information, in order to be able to properly interpret this sample. The second step seeks to establish the degree of environmental concern to be considered in each daily situation. The behaviors most practiced by the interviewees were identified, as well as the age group, income and gender that have the most conscious attitudes towards consumption. To achieve this objective, an econometric qualitative response model, the logit, was used to obtain the probability of respondents practicing conscious consumption or not. The results corroborate previous studies that state that the “sex” variable is significant to differentiate conscious consumption. In both questionnaires, only women showed conscious consumption behavior. It was also found that women are more willing to pay more for a product if it is sustainable. The variables “age” and “income” were not significant. However, respondents attach great importance to practices related to social responsibility. Thus, it can be concluded that the theme of this work is promising and its results serve as reference material for other analyzes of conscious consumption.pt_BR
dc.contributor.authorID17.1.3549pt_BR
Appears in Collections:Ciências Econômicas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MONOGRAFIA_ComportamentoConsumoMulher.pdfMONOGRAFIA_OCOMPORTAMENTODECONSUMODAMULHER1,19 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons