Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.monografias.ufop.br/handle/35400000/3327
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorFigueira Junior, Edson Alvespt_BR
dc.contributor.advisorFigueiredo, Alisson Augusto Azevedopt_BR
dc.contributor.authorPires, Christian Phillippe-
dc.date.accessioned2021-08-31T04:59:07Z-
dc.date.available2021-08-31T04:59:07Z-
dc.date.issued2021pt_BR
dc.identifier.citationPIRES, Christian Phillippe. Análise numérica do contraste térmico em casos de câncer de mama durante hipotermia. 2021. 52 f. Monografia (Graduação em Engenharia Mecânica) - Escola de Minas, Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto, 2021.pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.monografias.ufop.br/handle/35400000/3327-
dc.description.abstractO câncer de mama é o tipo de câncer mais incidente entre a população feminina e segunda maior causa de morte por câncer entre as mulheres. A detecção da anomalia em suas fases iniciais se faz fundamental para o aumento das chances de cura da paciente. A termografia infravermelha é um método que pode ser utilizado como adjunto a outros métodos para diagnóstico da presença do tumor. O presente trabalho apresenta o estudo de caso de um modelo tridimensional do seio humano contendo um tumor sendo este analisado, a partir da simulação do processo de termografia infravermelha em regime estático, e posteriormente, este é analisado após passar por um processo de hipotermia. É apresentada uma pesquisa bibliográfica, a fim de contextualizar o uso da ferramenta de elementos finitos, ao investigar os parâmetros termofísicos influentes na temperatura superficial da mama. A equação de Pennes, que caracteriza a transferência de calor presente no problema, é resolvida pelo software comercial COMSOL Multiphysics. Dados de temperatura obtidos a partir da modificação da dimensão do tumor e parâmetros termofísicos, como tempo de recuperação térmica e temperatura de resfriamento superficial, foram comparados a um modelo saudável para entender suas influências. A dimensão do tumor, bem como, o tempo de recuperação térmica em regime transiente foram responsáveis pelo aumento do contraste térmico superficial entre os modelos com tumor comparados ao saudável. A perturbação térmica causada pelo processo de hipotermia, também foi dada como viável para evidenciar essa diferença, comparada ao regime estático do problema, destacando o potencial desse aumento ser proporcional à diminuição da temperatura de resfriamento superficial.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.subjectTermologia - termografia infravermelhapt_BR
dc.subjectMamas - câncerpt_BR
dc.subjectContraste térmicopt_BR
dc.subjectHipotermiapt_BR
dc.subjectEquações diferenciaispt_BR
dc.subjectElementos Finitospt_BR
dc.titleAnálise numérica do contraste térmico em casos de câncer de mama durante hipotermia.pt_BR
dc.typeTCC-Graduaçãopt_BR
dc.contributor.refereeFigueira Junior, Edson Alvespt_BR
dc.contributor.refereeFigueiredo, Alisson Augusto Azevedopt_BR
dc.contributor.refereeRocha, Ana Maura Araújopt_BR
dc.contributor.refereeBortolaia, Luís Antôniopt_BR
dc.description.abstractenBreast cancer is the most incident type of cancer among feminine population and the second biggest death cause by cancer among women. The anomaly’s detection in early phases is fundamental to icrease the patient’s chance of cure. This work presents a case study of a tridimensional model of the human breast with a tumour that is analyzed by the simulation of the process of a steady-state infrared thermography and after a hypothermia process. A bibliographic research is presented to contextualize the use of finite element tool on the investigation of influential thermophysical parameters in breast’s superficial temperature. Pennes equation, that characterize the heat tranfer of the problem is solved by the comercial software COMSOL Multiphysics. The obtained temperature data from the modification of the parameters of tumour dimension and thermophysical parameters, such as thermal recovery time and superficial cooling temperature were compared to a healthy model to understand their influences. Tumour dimension and thermal recovery time in the steady-state were responsible for the increase of the superficial temperature difference between models. Thermal disturbance caused by hypothermia was taken as viable to evidence that difference compared to the steady-state regime, highlighthing a potential in the proportional increase due the decrease in cooling temperature.pt_BR
dc.contributor.authorID16.1.1533pt_BR
Appears in Collections:Engenharia Mecânica

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MONOGRAFIA_AnáliseNuméricaContraste.pdf1,35 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons