Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.monografias.ufop.br/handle/35400000/2056
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorPorto, Lia de Mendonçapt_BR
dc.contributor.authorJaneiro, Bruno Henrique Xavier-
dc.date.accessioned2019-08-20T11:26:53Z-
dc.date.available2019-08-20T11:26:53Z-
dc.date.issued2019-
dc.identifier.citationJANEIRO, Bruno Henrique Xavier. Avaliação de microclima e risco de incêndios florestais : Estação Ecológica do Tripuí, período de inverno e primavera de 2018. 2019. 96 f. Monografia (Graduação em Engenharia Ambiental) - Escola de Minas, Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto, 2019.pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.monografias.ufop.br/handle/35400000/2056-
dc.description.abstractEste estudo objetivou analisar a influência das características físicas e climáticas na ocorrência e propagação de incêndios florestais na Estação Ecológica do Tripuí. Foram definidas três áreas de estudo, com características ambientais distintas, onde foram analisadas temperatura, umidade relativa do ar, velocidade e direção do vento, vegetação, hidrografia e topografia, e feita a relação entre elas a fim de compreender o risco de incêndio e provável comportamento do fogo para cada uma das diferentes áreas. Além disso, o Índice de Monte Alegre foi calculado para aferir o grau de perigo de incêndio. Segundo funcionários do Tripuí e locais, em 2018, a precipitação foi atípica, reduzindo diretamente o fator de risco. De acordo com os resultados, foram observadas peculiaridades em cada uma das áreas, fazendo que a chance de ignição e propagação do fogo seja diferente, identificando sempre a influência exercida pelas variáveis microclimáticas do local em questão. Além disso, foi possível verificar que a estação ecológica se encontra em local privilegiado quanto a topografia reduzindo risco de propagação de fogo, e à hidrografia, responsável pela alta umidade do ar e da vegetação.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.rightsopen accesspt_BR
dc.subjectEstação Ecológica do Tripuípt_BR
dc.subjectIncêndio - risco ambientalpt_BR
dc.subjectMicroclimapt_BR
dc.subjectPrevenção de incêndiospt_BR
dc.titleAvaliação de microclima e risco de incêndios florestais : Estação Ecológica do Tripuí, período de inverno e primavera de 2018.pt_BR
dc.typeTCC-Graduaçãopt_BR
dc.contributor.refereePorto, Lia de Mendonçapt_BR
dc.contributor.refereeBarella, César Falcãopt_BR
dc.contributor.refereeRibeiro, Elizêne Velosopt_BR
dc.contributor.refereePereira, Rômulo Reispt_BR
dc.description.abstractenThis study aimed to analyze the influence of physical and climatic characteristics on the occurrence and propagation of forest fires in the Tripuí ecological station. Three areas of study were defined, with different environmental characteristics, where temperature, relative humidity, velocity and direction of wind, vegetation, hydrography and topography were analyzed, and the relationship between them was performed in order to understand the Fire hazard and probable firing behaviour for each of the different areas. In addition, the Monte Alegre index was calculated to assess the degree of fire hazard. According to Tripuí and local officials, in 2018, the precipitation was atypical, directly reducing the risk factor. According to the results, peculiarities were observed in each of the areas, making the chance of ignition and propagation of the fire different, always identifying the influence exerted by the microclimatic variables of the site in question. In addition, it was possible to verify that the ecological station is in a privileged location as the topography reduces the risk of fire propagation, and the hydrography, responsible for the high humidity of the air and the vegetation.pt_BR
dc.contributor.authorID13.2.9708pt_BR
Appears in Collections:Engenharia Ambiental

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MONOGRAFIA_AvaliaçãoMicroclimaRisco.pdf3,92 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons