Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.monografias.ufop.br/handle/35400000/2055
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorBenedicto, Bianca Vieirapt_BR
dc.contributor.authorAlves, Raquel Lessa-
dc.date.accessioned2019-08-20T11:21:12Z-
dc.date.available2019-08-20T11:21:12Z-
dc.date.issued2019-
dc.identifier.citationALVES, Raquel Lessa. Os efeitos da crise econômica de 2008 nos números de ocorrência de suicídio em Minas Gerais. 2019. 92 f. Monografia (Graduação em Ciências Econômicas) - Instituto de Ciências Sociais Aplicadas, Universidade Federal de Ouro Preto, Mariana, 2019.pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.monografias.ufop.br/handle/35400000/2055-
dc.description.abstractDiversos estudos sobre autoextermínio afirmam que o suicídio é um grave problema de saúde pública com impactos tanto no âmbito pessoal como na esfera socioeconômica. Neste sentido, a monografia realizou uma pesquisa sobre o impacto da crise econômica de 2008 nos números de ocorrência de suicídio no estado de Minas Gerais. Seu objetivo foi analisar a relação entre a crise e o suicídio e pensar maneiras de reduzir os impactos mais profundos causados pelo âmbito econômico. Para este estudo foi utilizado a base de dados Datasus e a base da Fundação João Pinheiro, IMRS para os anos 2004 a 2012. Nelas, foram selecionados os determinantes socioeconômicos do autoextermínio disponíveis que estavam em consonância com a literatura revisada. Foi realizada estatística descritiva dos dados e através do modelo de regressão pooled foi estimada uma relação econométrica entre as variáveis explicativas e a variável explicada, a saber, o número de ocorrências de suicídio. Os resultados mostraram uma relação negativa entre a crise de 2008 e o suicídio, o que foi associado as políticas econômicas, adotadas pelo governo, que conforme a literatura, poderiam resultar na redução do impacto negativo da crise nas famílias.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.rightsopen accesspt_BR
dc.subjectSuicídio - Minas Geraispt_BR
dc.subjectCrise financeira global, 2008-2009pt_BR
dc.subjectIndicadores econômicospt_BR
dc.subjectSaúde mentalpt_BR
dc.titleOs efeitos da crise econômica de 2008 nos números de ocorrência de suicídio em Minas Gerais.pt_BR
dc.typeTCC-Graduaçãopt_BR
dc.contributor.refereeAndrade, Mônica Viegaspt_BR
dc.contributor.refereeMoebus, Ricardo Luiz Narcisopt_BR
dc.contributor.refereeBenedicto, Bianca Vieirapt_BR
dc.description.abstractenSeveral self-extermination studies have stated that suicide is a serious public health problem with both personal and socioeconomic impacts. In this sense, the monograph carried out a research on the impact of the economic crisis of 2008 on the numbers of occurrence of suicide in the state of Minas Gerais. Its purpose was to analyze the relation between crisis and suicide and to think of ways to reduce the deeper impacts caused by the economic environment. For this study, was used the Datasus database and the João Pinheiro Foundation database, IMRS for the years 2004 to 2012. In them, the socioeconomic determinants of self-extermination available that were in line with the revised literature were selected. A descriptive statistical analysis was performed and the pooled regression model estimated an econometric relation between the explanatory variables and the explained variable, namely the number of suicide occurrences. The results showed a negative relationship between the 2008 crisis and suicide, which was associated with the economic policies adopted by the government that, according to the literature, could reduce the negative impact of the crisis on families.pt_BR
dc.contributor.authorID16.1.3501pt_BR
Appears in Collections:Ciências Econômicas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MONOGRAFIA_EfeitosCriseEconômica.pdf1,44 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons