Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.monografias.ufop.br/handle/35400000/1774
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorFerreira, José Artur dos Santospt_BR
dc.contributor.authorReis, Ricardo Antônio-
dc.date.accessioned2019-06-10T14:38:28Z-
dc.date.available2019-06-10T14:38:28Z-
dc.date.issued2018-
dc.identifier.citationREIS, Ricardo Antônio. A mineração de ferro em Ouro Preto e seus impactos na economia municipal: uma análise do período de 1980 a 2016. 2018. 54 f. Monografia (Graduação em Ciências Econômicas) - Instituto de Ciências Sociais Aplicadas, Universidade Federal de Ouro Preto, Mariana, 2018.pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.monografias.ufop.br/handle/35400000/1774-
dc.description.abstractO mercado de minério de ferro passou por significantes transformações na segunda metade do século XX, deixando de ser um mercado ditado pela reconstrução do Japão no período pós-guerra, com negócios principalmente entre Europa e Ásia, passando para um mercado transoceânico. Tal transformação tem relação direta com o Brasil e seu processo de desenvolvimento. Toda essa evolução da produção de minério de ferro fez com que várias cidades tivessem na mineração a sua principal fonte de renda. Ao mesmo tempo em que há esse crescimento, há também, em paralelo, a necessidade constante de avaliação dos impactos econômicos e sociais nessas cidades. As externalidades surgem como fator importante para esse entendimento, de forma com que o conhecimento sobre o tema possa auxiliar a cobrança de impostos e royalties mais justos sobre a produção. Ao analisar a cidade de Ouro Preto – MG, este estudo constata que o impacto econômico na cidade é imenso, pois toda a cadeia empregatícia é diretamente impactada por qualquer oscilação no mercado de minério de ferro. Ao analisar o histórico, vemos que o crescimento do número de empregos no setor possibilitou também o crescimento do número em outros setores, principalmente o de comércio e serviços. Além disso, a cidade foi diretamente impactada em suas finanças públicas, pois toda oscilação no mercado, seja em vendas, produção ou preço, e também na geração de empregos diretos e indiretos, fez com que o orçamento público praticamente dobrasse em um período de 10 anos. Mesmo com esses benefícios econômicos em curto prazo, há a necessidade de a cidade saber se planejar para o futuro, pois ela pode estar inserida em uma armadilha, enquanto a produção de minério de ferro na região for a sua principal fonte de emprego e renda. Esse planejamento visando o futuro é ao mesmo tempo tardio, mas no momento ideal para que não sejam perdidas mais oportunidades, dado que há a possibilidade do surgimento de novas minas em outras cidades, com custos mais baixos do que as de Ouro Preto, ou até mesmo da exaustão das locais, fora a possibilidade de novas oscilações negativas no mercado mundial.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.rightsopen accesspt_BR
dc.subjectDesenvolvimento econômicopt_BR
dc.subjectMineraçãopt_BR
dc.subjectRoyaltiespt_BR
dc.titleA mineração de ferro em Ouro Preto e seus impactos na economia municipal : uma análise do período de 1980 a 2016.pt_BR
dc.typeTCC-Graduaçãopt_BR
dc.rights.licenseAutorização concedida à Biblioteca Digital de TCC da UFOP pelo autor(a), 26/03/2018 com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 4.0, que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho, desde que sejam citados o autor e o licenciante. Não permite a adaptação desta.pt_BR
dc.contributor.refereeFerreira, José Artur dos Santospt_BR
dc.contributor.refereeOliveira, Francisco Horácio Pereira dept_BR
dc.contributor.refereeOliveira, André Mourthé dept_BR
dc.description.abstractenThe iron ore market underwent significant transformations in the second half of the twentieth century, ceasing to be a market dictated by the reconstruction of Japan in the post-war period, with business mainly between Europe and Asia, moving to a transoceanic market. This transformation has a direct relationship with Brazil and its development process. All this evolution of the production of iron ore caused that several cities had in the mining their main source of income. At the same time as there is this growth, there is also, in parallel, the constant need to assess the economic and social impacts in these cities. Externalities appear as an important factor for this understanding, so that knowledge about the subject can help the collection of taxes and fairer royalties on production. When analyzing the city of Ouro Preto – MG, this study finds that the economic impact on the city is immense, since the entire employment chain is directly impacted by any oscillation in the iron ore market. In analyzing the history, we can see that the growth in the number of jobs in the sector has also made it possible to increase the number in other sectors, especially commerce and services. In addition, the city was directly impacted by its public finances, since any fluctuation in the market, whether in sales, production or price, and also in the generation of direct and indirect jobs, made the public budget practically double in a period of 10 years. Even with these short-term economic benefits, there is a need for the city to know whether to plan for the future as it may be trapped while iron ore production in the region is its main source of employment and income. This planning for the future is at the same time slow, but at the ideal moment, so that more opportunities are not lost, since there is a possibility of new mines in other cities, with lower costs than Ouro Preto, or even from the exhaustion of the sites, had been the possibility of further negative oscillations in the world market.pt_BR
Appears in Collections:Ciências Econômicas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MONOGRAFIA_MineraçãoImpactosEconomia.pdf1,3 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons