Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.monografias.ufop.br/handle/35400000/1471
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorAttílio, Luccas Assispt_BR
dc.contributor.authorBergamaschi, Marcus Vinicius-
dc.date.accessioned2018-12-12T21:11:51Z-
dc.date.available2018-12-12T21:11:51Z-
dc.date.issued2018-
dc.identifier.citationBERGAMASCHI, Marcus Vinicius. Análise da economia brasileira no período 2011 - 2017 à luz das teorias austríaca e neoclássica. 2018. 52 f. Monografía (Graduação em Ciências Econômicas) - Instituto de Ciências Sociais Aplicadas, Universidade Federal de Ouro Preto, Mariana, 2018.pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.monografias.ufop.br/handle/35400000/1471-
dc.description.abstractA queda no nível de produção brasileira dos anos de 2011 a 2017 fornece evidências para caracterizar esse período como uma crise da economia brasileira. Um debate entre a escola neoclássica e a escola austríaca pode auxiliar na análise desse período destacado para o caso brasileiro, pois ambas as teorias possuem métodos de análise econômica divergentes entre si. Serão expostas a evolução dos pensamentos a respeito das duas escolas de pensamento e será realizado um exercício de análise. As conclusões dessas teorias definem prognósticos diferentes para a superação desse episódio da economia brasileira.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.rightsopen accesspt_BR
dc.subjectMacroeconomiapt_BR
dc.subjectHistória econômicapt_BR
dc.subjectEconomiapt_BR
dc.titleAnálise da economia brasileira no período 2011 - 2017 à luz das teorias austríaca e neoclássica.pt_BR
dc.typeTCC-Graduaçãopt_BR
dc.rights.licenseAutorização concedida à Biblioteca Digital de TCC’s da UFOP pelo(a) autor(a) em 12/12/2018 com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 4.0 que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho desde que sejam citados o autor e o licenciante. Não permite o uso para fins comerciais nem a adaptação.pt_BR
dc.contributor.refereeAttílio, Luccas Assispt_BR
dc.contributor.refereeMendes, Chrystian Soarespt_BR
dc.contributor.refereeDelgado, Victor Maia Sennapt_BR
dc.description.abstractenThe fall in the Brazilian's production level from the years 2011 to 2017 shows evidences to characterize this period as a crisis of the Brazilian economy. A debate between the neoclassical school and the Austrian school can assist in the the Brazilian case, because both theories have differences between them. The evolution of thoughts will be exposed to respect of the two schools of thought and an analysis exercise will be carried out. At conclusions of these theories define different prognoses for overcoming this episode of the Brazilian economy.pt_BR
Appears in Collections:Ciências Econômicas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MONOGRAFIA_AnaliseEconomiabrasileira.pdf1,1 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons