Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.monografias.ufop.br/handle/35400000/1441
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorAttílio, Luccas Assispt_BR
dc.contributor.authorValadares, Vinicius de Castro-
dc.date.accessioned2018-11-28T13:12:41Z-
dc.date.available2018-11-28T13:12:41Z-
dc.date.issued2018-
dc.identifier.citationVALADARES, Vinicius de Castro. Análise do impacto da previdência social sobre o produto brasileiro. 2018. 55 f. Monografia (Graduação em Ciências Econômicas) - Instituto de Ciências Sociais Aplicadas, Universidade Federal de Ouro Preto, Mariana, 2018.pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.monografias.ufop.br/handle/35400000/1441-
dc.description.abstractA previdência brasileira continua a ser um problema pertinente, por dentre muitas questões, o seu equilíbrio atuarial e sustentável a longo prazo. Este trabalho tem por objetivo examinar a previdência social brasileira e os seus impactos no crescimento do produto, através de uma revisão da literatura sobre o assunto e dados sobre as contas públicas do país. Utilizamos o modelo de Solow (1956) para construir uma função e aplica-lo no caso brasileiro. Por meio do VEC, obtemos relações de longo prazo entre o produto/previdência e produto/investimento. Os resultados indicam que o gasto com a previdência e o investimento (formação bruta de capital físico) impulsionam o crescimento econômico no país. À partir da análise das contas públicas, porém, há a observação de que o gasto com previdência não deve ser expandido para incentivar o crescimento do produto, diante da situação atual, já que o gasto despendido com benefícios como aposentadorias, seguros e pensões representam uma vertiginosa ascensão nos últimos anos e ano após ano ocupam uma maior parcela do PIB brasileiro. Além disso, a previdência apresenta déficits correntes desde 1995. Por outro lado, o fator investimento em capital físico se apresentou menor do que países em desenvolvimento como o Brasil, o que, se fosse priorizado pelo governo, poderia representar notável variável para alavancar a economia.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.rightsopen accesspt_BR
dc.subjectProduto interno brutopt_BR
dc.subjectPrevidência socialpt_BR
dc.subjectPolítica econômicapt_BR
dc.subjectInvestimentospt_BR
dc.titleAnálise do impacto da previdência social sobre o produto brasileiro.pt_BR
dc.typeTCC-Graduaçãopt_BR
dc.rights.licenseAutorização concedida à Biblioteca Digital de TCC’s da UFOP pelo(a) autor(a) em 05/02/2018 com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 4.0 que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho desde que sejam citados o autor e o licenciante. Não permite o uso para fins comerciais nem a adaptação.pt_BR
dc.contributor.refereeAttílio, Luccas Assispt_BR
dc.contributor.refereeTorres, Carlos Eduardo da Gamapt_BR
dc.contributor.refereeOliveira, Francisco Horáciopt_BR
dc.description.abstractenBrazilian pensions continue to be a relevant problem, among many issues, its long-term actuarial and sustainable balance. This paper aims to examine Brazilian social security and its impacts on product growth, through a review of the literature on the subject and data on the country’s public accounts. We use the Solow model (1956) to construct a function and apply it in the Brazilian case. Through the VEC, we obtain long-term relationships between the product / pension and product / investment. The results indicate that spending on welfare and investment (gross physical capital formation) boosts economic growth in the country. From the analysis of the public accounts, however, there is the observation that the pension expenditure should not be expanded to encourage product growth, given the current situation, since the expenditure spent on benefits such as pensions, insurance and pensions represents a in recent years and year after year occupy a larger share of the Brazilian GDP. In addition, pension funds have had current deficits since 1995. On the other hand, the capital investment factor was lower than developing countries such as Brazil, which, if prioritized by the government, could represent a notable variable to leverage the economy.pt_BR
Appears in Collections:Ciências Econômicas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MONOGRAFIA_AnáliseImpactoPrevidência.pdf1,26 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons