Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.monografias.ufop.br/handle/35400000/1413
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorBenedicto, Bianca Vieirapt_BR
dc.contributor.authorMaciel, Glenda Pereira-
dc.date.accessioned2018-11-23T14:13:15Z-
dc.date.available2018-11-23T14:13:15Z-
dc.date.issued2018-
dc.identifier.citationMACIEL, Glenda Pereira. Trabalho infantil no Brasil : uma análise do impacto da escolaridade do chefe de família sobre a inserção da criança no mercado de trabalho. 2018. 35 f. Monografia (Graduação em Ciências Econômicas) - Instituto de Ciências Sociais Aplicadas, Universidade Federal de Ouro Preto, Mariana, 2018.pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.monografias.ufop.br/handle/35400000/1413-
dc.description.abstractApesar de a incidência do trabalho infantil ter diminuído ao decorrer dos anos, este ainda possui elevada prevalência no Brasil. Nesse sentido, estudos dedicados a compreender os fatores que impactam a inserção das crianças no mercado de trabalho são fundamentais. Contudo, grande parte desses estudos apresenta o baixo rendimento da família como principal determinante para o trabalho infantil. Considerando este fato, foi proposto uma análise que destaca a escolaridade do chefe de família como variável que afeta a incidência de crianças no mercado de trabalho brasileiro. Para tanto, utilizou-se os dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD, 2001), realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A estimação foi realizada pelo modelo logit, os resultados sugerem que o aumento na escolaridade do chefe de família reduz a probabilidade de a criança estar trabalhando em todas as regiões do Brasil. Nesse contexto, é necessário atentar-se para o fato da importância da educação na redução do trabalho infantil e da valorização explícita do estudo em relação a este trabalho. Denota-se ainda que as políticas públicas relacionadas à escolaridade tanto dos pais quanto das crianças têm impacto sobre o tempo útil disponível no trabalho infantil.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.rightsopen accesspt_BR
dc.subjectMenores - empregopt_BR
dc.subjectEscolaridadept_BR
dc.subjectFamília - aspectos sociaispt_BR
dc.subjectPesquisa Nacional por Amostra de Domicílios - PNADpt_BR
dc.subjectEducação - aspectos sociaispt_BR
dc.titleTrabalho infantil no Brasil : uma análise do impacto da escolaridade do chefe de família sobre a inserção da criança no mercado de trabalho.pt_BR
dc.typeTCC-Graduaçãopt_BR
dc.rights.licenseAutorização concedida à Biblioteca Digital de TCC’s da UFOP pelo(a) autor(a) em 16/02/2018 com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 4.0 que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho desde que sejam citados o autor e o licenciante. Não permite a adaptação.pt_BR
dc.contributor.refereeBenedicto, Bianca Vieirapt_BR
dc.contributor.refereeCosta, Ricardo André dapt_BR
dc.contributor.refereeDutra, Gilson Josépt_BR
dc.description.abstractenAlthough the incidence of child labor has declined over the years, it still has a high prevalence in Brazil. In this sense, studies dedicated to understanding the factors that affect the insertion of children in the labor market are fundamental. However, most of these studies show the low family income as the main determinant for child labor. Considering this fact, it was proposed an analysis that highlights the schooling of the head of the family as a variable that affects the incidence of children in the Brazilian labor market. For that, data from the National Household Sample Survey (PNAD 2001), carried out by the Brazilian Institute of Geography and Statistics (IBGE), were used. The estimation was performed by the logit model, the results suggest that the increase in the head of household reduces the probability that the child is working in all regions of Brazil. In this context, it is necessary to be attentive to the fact of the importance of education in the reduction of child labor and the explicit valorization of the study in relation to this work. It is also pointed out that public policies related to schooling of both parents and children have an impact on the useful time available in child labor.pt_BR
Appears in Collections:Ciências Econômicas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MONOGRAFIA_TrabalhoInfantilAnálise.pdf687,06 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons